30 novembro 2006

DOUTORADO / 2001-2005

objeto/tese
teatrodesessência/corpoemaprocesso





versão 1a. do objeto/tese
impressão digital em tecido: quatro rolos de tiras de 40 cm de largura e 16m de comprimento





versão 2a. do objeto/tese
couro e papel, diâmetro 1m2., quatro livros fixos às hastes, impressos em papel casca de ovo, páginas dobradas em sanfona amarradas com tiras de couro.











realizado para qualificação de tese em 23 de outubro de 2003
corpovídeografia do objeto/tese.
imagem: Rosana Cacciatore
edição: Clarissa




texto de Maurice Blanchot
realizado em Paris, fevereiro de 2004.
imagem: Rosana Cacciatore
fotografia e edição: Clarissa



texto de Antonin Artaud
realizado em Paris entre maio e junho de 2005
com Silvain Tanguerel
imagem e edição: Clarissa



imagem: Matilde Haa

TEATRODESSÊNCIA/CORPOEMAPROCESSO

http://www.tede.ufsc.br/teses/PLIT0240.pdf


7 comentários:

Kazeredo disse...

Ouço cada vez mais alta a sua voz aqui!!!!!rsrsrssr
Beijos
Karla

bitisa disse...

clara!
coisa de louco!
onde andou a tua cabeça nesses anos?
não entendo direito, acho difícil, mas é lindo.
beijobeijo

Fernanda Magalhães disse...

tudo lindo por aqui
eu vi parte disto
adoro

ronaldobraga disse...

corpo em processo e mente denscontruida,espaço para uma nova construção esse é o teatro critico e construtor de novas realidades. nietzsche já disse que não adianta matar pra mudar o mundo,adianta mudar as mentalidades. esse teatro. essa expressão artistica traz à tona novas indagações. como a menina ai de cima,não entendeu mas gostou.mundanças está operando nela.

ronaldo braga disse...

eu aqui de novo, terminei de ler história da sexualidade de M. Foucault e ele diz que não existe repressão para quem tem discurso, seu discurso enfrenta o outro e forma um terceiro, pode haver eliminação quando o sistema não conseque dialogar.eu lembrei de Artaud, não havia dialogo do sistena com o discurso dele e tentaram o eliminar da cena. mas ele tá vivo e vc é uma prova disso.eu não tinha visto essas imagens em seu blog.minhas futuras peças não serão mais as mesmas,nem no sentido evolutivo.guinada a vista.felicidades e bjs.

Fernanda Magalhães disse...

querida
as cores estao em voce
quando nos veremos?
saudades grandes
milhoes de beijos

ah domingao eh aniversario da karrrrrrrrrrla

Mestrado Educação disse...

obrigado por esta publicação!!